Milldesk Sistema de Help Desk

TOP SECRET: Celular pessoal do profissional de TI.

Celular pessoal do profissional de TI - Vida de Suporte

Transcrição:

Usuária: Eu descobri o seu maior segredo, Super Suporte!
Super Suporte: Essa não!!!
Usuária [com cara de mau]: Descobri a sua identidade secreta!
Super Suporte [aliviado]: Ah, ufa!
Super Suporte: Pensei que tinha sido o número do meu celular pessoal.

Dentre todos os erros que um profissional de TI pode cometer, talvez o pior deles seja dar o número de seu celular pessoal a um usuário. Falha essa que considero mais prejudicial até que deixar um estagiário solto sem supervisão na sala do servidor, ensinar o comando shift+del para algum user ou ter o seu patrão como amigo no seu Facebook ou alguma outra rede social.

Informar o número do seu telefone privado é pedir pra ter dor de cabeça, e quem sabe, gastrite, pressão alta, palpitação ou até coisa pior.

Funcionário Antigo - Vida de Suporte

Transcrição:

Chefe [conversando com o Suporte]: Você é o nosso funcionário mais antigo. Imagino que todos esses anos de trabalho aqui foram marcantes na sua vida.
Suporte: Ah, sim… ganhei muitas coisas.
Chefe: Que ótimo! Então vá e diga ao novato tudo o que você ganhou.
Suporte [para o Novato]: Gastrite, hipertensão, depressão, refluxo, transtornos de ansiedade, insônia, tendinite, contração muscular crônica, taquicardia, enxaqueca…

Usuário(a) em posse do seu número pessoal é certeza de ligações nos finais de semana, folga, férias, horário de almoço, etc… Se bem que a maioria dos “meninos” e “meninas do computador” não saiba ou usufrua dessas coisas. Nem tenha muita vida pessoal. Mas o pouco tempo de descanso que tem será pulverizado impiedosamente pelo cliente que precisa de uma mãozinha (sempre de madrugada) para conectar no Wi-Fi de casa; ou pela usuária que necessita de auxílio para fazer o download da coletânea completa em MP3 da banda Calypso, de alguma dupla de sertanejo sofrência ou pior. Do Latino.

Sempre vai haver uma ligação no horário mais inconveniente pedindo sua ajuda. E o pior: de graça.

Claro, se você liberou o número do seu celular pessoal então significa que para o Tapirus Terrestris, nome científico de anta (apelido carinhoso dado aos usuários), vocês são brothers, melhores amigos ou até mesmo quem sabe, almas gêmeas.

Amigão - Vida de Suporte

Transcrição:

[Usuário triste. Choramingando]
Alex: Qual o problema?
Usuário: Não tenho amigos. Ninguém gosta de mim, Eu devo ser uma pessoa desprezível.
Alex: Não é verdade! Você é um cara legal.
Usuário [animado]: Então você quer ser meu amigo?
Alex: Eu? Hã… Sim! Claro!
Usuário: Então libera o meu acesso ao YouTube na rede da empresa, amigão!

Normalmente quem comete essa falta considerada grave no mundo do tecnologia da informação são os novatos desavisados e ainda empolgados com o primeiro emprego no departamento de suporte técnico, help desk, data center, soft house, CPD ou equivalente.

É óbvio que um profissional experiente também pode cair nessa armadilha e ter o número do seu telefone móvel indevidamente divulgado. Afinal os estagiários estão aí para “ajudar”. Então nesse caso, o ideal é que o aspira também não conheça o seu número.

Susto - Vida de Suporte

Transcrição:

[Usuário triste. Choramingando]
[Suporte com soluços “hic”, “hic”]
Colega [falando com o Estagiário]: Caramba! O Suporte ainda ainda tá com soluço.
Colega [virando-se para o Estagiário]: Vai lá dar um susto nele.
Estagiário [aproximando-se do Suporte]: Os usuários descobriram no número do seu celular pessoal!
[Suporte cai no chão infartado]
Colega: Era pra parar o soluço e não o coração dele!

E também não esqueça dos jovens aprendizes, ou menores aprendizes, que podem ser tão perigosos quanto os estagiários.

Jovem Aprendiz - Vida de Suporte

Transcrição:

Suporte: Estagiário, esse aqui é o Jovem Aprendiz que contratamos.
Suporte: Ei aí, Jovem. Adaptando-se bem? Algum problema?
Jovem Aprendiz: Tipo… Acho que a rede wireless tá off.
Suporte: Sério?! Por que acha isso? Algum usuário ligou para reclamar?
Jovem Aprendiz: Tipo… Não…
Jovem Aprendiz: Tipo… é que o meu mouse sem fio parou de funcionar.
[Suporte desaba no chão]
Estagiário [encarando o Jovem Aprendiz]: Esse escritório é pequeno demais para nós dois.

Quando você recebe dezenas de ligações ininterruptas num feriado de alguém que precisa urgentemente descobrir a senha do cônjuge no Facebook é que se compreende a razão da personalidade do Gérson.

Hora extra no fim de semana - Vida de Suporte

Transcrição:

Chefe [perguntando ao Suporte que não aparece em cena]: Você informou ao Gérson que ele terá que fazer hora extra no fim de semana?
Voz do Suporte: Sim.
Chefe: Como ele reagiu?
[Suporte aparece todo arrebentado com ferimentos, curativos e com a cabeça dentro de um monitor].

Aliás as solicitações de hackeamento (ou crackeamento) estão entre as mais frequentes e irritantes. Porque para as amebas (outro apelido carinhoso dado aos usuários), se você consegue descompactar um arquivo com o WinRAR com certeza também domina meios de invadir o sistema da CIA.Saber dar um comando ping no prompt de comando significa que você é igual ao Bill Gates, mesmo que o saldo da sua conta bancária diga o contrário.

Computador Desligado - Vida de Suporte

Transcrição:

[Inspirada por história real enviada por Antonio Eulálio de Oliveira]
Suporte: Mas é claro que eu tenho certeza que consegui lhe enviar o e-mail! Pode checar que você já deve ter recebido ele.
Usuária: É impossível que tenha chegado.
Suporte: Por quê?!
Usuária: Porque quando você mandou eu estava com o computador desligado.
Amiga: Mas amiga, pra ele conseguir te enviar um e-mail não precisa que você esteja com o computador ligado.
Amiga: Não?!
Amiga: Você não sabe que esse menino é um hacker? Consegue fazer as coisas no computador da gente até mesmo quando está desligado.
Usuária: Ahhhh!!!
[Suporte desaba no chão]

Já que citei o Gérson, está aí uma possível solução para a situação do cliente que insiste em saber o seu número do seu telefone: dar o número do “Gérson” da sua empresa (quase toda tem um). O problema seria eliminado, dependendo pode até ser esquartejado. Sabe como são os “Gérsons”.

Porém talvez não seja uma boa ideia caso o Gérson em questão queira ir atrás do informante, ou seja, você.

Se o “Gérson” com quem você trabalha for igual ao Gérson que conheço, nem o programa de proteção à testemunhas do FBI vai poder te salvar. Aí é menos maléfico perder um domingo de sol atendendo as ligações de um usuário mesmo.

Se por acaso algum usuário incluir o número do seu celular em grupos de WhatsApp onde participam outros usuários, esqueça. É melhor mudar de número, vai por mim.

E já que vai mudar de número talvez seja válido também trocar de aparelho. A KaBuM! estará com promoções bacanas de smartphones Samsung na Black Friday.

Aí você pode até aliviar o estresse praticando tiro ao alvo com o telefone antigo. Ou brincando de pinhata.

Ou melhor, tente convencer o seu chefe a substituir os celulares corporativos. É uma missão quase impossível mas o que você tem a perder?

Celular Corporativo - Vida de Suporte

Transcrição:

Chefe [mostrando smartphone novo para os Suportes]: Chegaram os nossos novos celulares corporativos.
Suporte: Uau! De última geração!
Suporte: Acho que esse aparelho simboliza o quanto nós, do departamento de TI, somos valiosos para a empresa.
Chefe: Calma lá! Esse modelo aqui é para a equipe de vendas. Eu só trouxe pra você configurar.
Chefe [mostrando celular tijolão]: Os do pessoal de TI serão esses aqui.
Colega: Por acaso esse tijolo tá simbolizando que somos os alicerces da firma?

Você já viu o filme Indiana Jones e a Última Cruzada? Lembra da cena onde o jovem Indiana cai no interior de um vagão de trem repleto de serpentes assassinas? Pois é, ser adicionado à um grupo de “zap” cheio de usuários é quase isso. Com a diferença é que o desfecho nunca será bom. Pelo menos não para você.

Se um usuário já incomoda muita gente imagina dezenas deles sedentos pelo seu auxílio técnico. A insuportável enxurrada de mensagens diárias de “Bom dia” e o “gemidão do zap” serão os menores dos seus problemas.

Tá mas o que faço se o usuário pedir o meu número pessoal?

A melhor solução é ser curto e grosso. Informar que a política da empresa não permite o atendimento via dispositivos móveis pessoais blá blá blá…

Porém se isso não for possível (caso o usuário em questão seja filho, sobrinho ou afilhado do seu chefe, por exemplo) seguem algumas sugestões de como agir nessa situação:

  • Finja que recebeu uma ligação urgente. Toda ligação para profissional de TI é caso de vida ou morte, prioridade ou alguma coisa pra ontem.
  • Simule um ataque cardíaco. Você não precisará ter o dom de atuação da Fernanda Montenegro para ser convincente. Afinal você provavelmente é sedentário e está acima do peso.
  • Amnésia súbita também é uma boa opção. Estudos indicam que o estresse causa perda de memória. Sendo assim você não deve lembrar nem do seu próprio nome.
  • Mude de profissão.Tente um emprego menos complicado. Como neurocirurgião, por exemplo.
  • Dê o número do celular de algum desafeto seu. Una o útil ao agradável.
  • Rancor - Vida de Suporte

    Transcrição:

    Transcrição

    Suporte: Alex, ligação pra você.
    Alex [aparência de estressado. Com o ramal tocando sem parar]: Outra?!?
    Alex: De repente todos os usuários só querem falar comigo! O que tá acontecendo?!
    Suporte: Será que você tá sofrendo uma vingança por ter dito que o Linux é superestimado?
    Alex: Ninguém faria algo assim só por causa disso.
    Suporte: Mas você também não falou que chá é melhor que café?
    [perto dali está o Colega, conhecido amante de café, ao telefone com usuário…]
    Voz do Usuário: Alex, você é o meu suporte favorito!
    Colega: E quando quiser pode ligar no meu celular pessoal também. O número é 993…

    Coisas que você não deve fazer:

  • Simular convulsão com baba saindo pela boca. Essa já tá manjada demais. Malditos filmes.
  • Dizer que vai virar hippie. Outra saída que não cola. Afinal hoje em dia todo mundo está conectado.
  • Ditar um número aleatório. O usuário só vai te deixar ir embora depois de fazer uma ligação ou te mandar uma mensagem bem-sucedida no zap.
  • Falta de ar seguida de desmaio. Você corre o risco de receber respiração boca a boca. Aí além do seu celular podem acabar pedindo também a sua mão em casamento.
  • Quando o ramal toca no departamento de TI, o suporte técnico torce para que seja um trote. Quando recebe ligação no celular ele reza para que seja apenas ligação de telemarketing.

    Ou sonha que seja o Morpheu de Matrix recrutando-o para uma missão de libertação da humanidade.

    Mas mais aterrorizante que o próprio Agente Smith aproximando-se da sua mesa é um usuário com problema no zap.

    Instabilidade no WhatsApp - Vida de Suporte

    Transcrição:

    Transcrição

    Usuária [segurando celular]: Não estou conseguindo enviar a foto da minha gata de estimação para a minha amiga pelo WhatsApp.
    Suporte [irritado]: E o que você quer que eu faça?! Que eu vá até a sede do Facebook pra resolver o problema?!?
    Usuária: Não seja ridículo.
    Usuária [entregando o celular]: Quero é que você imprima a foto e leve-a na casa da minha amiga.

    Se isso ocorrer mais apropriado do que engolir a pílula vermelha é tomar o seu remédio tarja preta.

    Post publieditorial.

    Um comentário

    Paulo disse:

    Texto fantástico, e tirinhas que ilustram bem as situações.

    Não trabalho com TI mas tenho formação na área, hoje faço tipo de um home office esporádico para uma cliente e me enquadrei bem nesse negócio de ser inexperiente e passar o número pessoal… e foda-se se eu estou na rua, se eu estou no trabalho, até quando eu estava no motel ela ligou uma vez de um número dela que eu não tinha – e como ela fala alto, pensa que é amiga íntima minha e eu não estava afim de saber de serviço (até porque eu nem tinha onde anotar o que eu tinha que fazer), a minha ficante na época pelo jeito achou que eu estava atendendo minha namorada e evitando conversa por “estar com a amante”. E a propósito, a ficante não se tornou namorada – certeza que foi por isso.

    Deixe uma resposta

    © 2019 Vida de Suporte | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro.