TOPDesk

Flagras de Atendimento da Semana #57

Publicado em 07/02/2014 em Flagras de Atendimento,SUPORTE - A Série

Flagras de Atendimento da Semana

Flagras de Atendimento da Semana

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

###

Flagras de Atendimento da Semana

Flagras enviados por Jonathan Diniz Campos, Willian Rodrigues, Aurélio Paim, Eric Castro Silva, Gilvaneth Araújo, Fabiano Rocha, Gentil Sevilha Junior, Anderson Silva, Luís Carlos Von Muller Junior, Elias Barbosa, Grasiani Santos e Luan Felipe de Lima.

Para ver mais flagras CLIQUE AQUI ou curta a FAN PAGE DO VIDA DE SUPORTE no Facebook.

33 Comentários

Rafael L Araújo disse:

Caramba, o proctologista não gosta do cargo dele…kkkkkkkkkkkkkkkk

Alexandre disse:

Essa vida de Anal de Suporte é foda.

Guilherme Navarro disse:

AEHASEAuaehashuehasu a do “ANAL” foi foda auhsuhsdshuadu, igual quando teve uma pessoa que se chamava “Bruna Rocha” e a empresa criava email no padrão: Primeira letra do primeiro nome + sobrenome, ai o email dela ficou: [email protected].com

KKKKKK

Doni disse:

“Net de escada”… um clássico!!!

Dunha disse:

Tef discado ja morreu! e ainda com impressora sweda?!?! Esse eh Herói!!

Digo Freitas disse:

Essas duas últimas… PUTS!

qgustavor disse:

Esse do disquete tá de zoeira? Pensei que os usuários já tivessem esquecido disso.

Eduardo disse:

Internet de escada…..faz um programa em pt-br que resolve

Já achei que o Mac rodando IOS já era ruim o suficiente, a net de escada foi demais X_X

Evandro disse:

pera ae… MAC com Sistema Operacional IOS??????

pedindo a conta em 3… 2… 1…

Oppa_Canstyle disse:

Tef discado, um infernoooo!!!!

Imperfect disse:

morri com o tef discado… hahahahahahahahahahaahahahahah

Tabanashi Tarima disse:

Eu programo em inglês e português, mas só com internet de elevador…
kkkkkkkkkkkk
*eu já cometi o erro do disquete, quando eu era pequeno, um dia eu pedi meu irmão instalar o GTA VC num disquete de 1.44 mb
kkkkkkkkkkkk

Nozredna disse:

Net de escada, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Leonardo Chaves disse:

TEF é dor de cabeça mesmo; se o dedicado dá problemas, que dirá discado
No máximo a pérola é deixar bagunçado daquele jeito, porque queira ou não são documentos fiscais que devem ser guardados por 5 anos…

/dev/urandom disse:

Essa última vai para os anais do via de suporte 🙂

Rodrigo disse:

Pô o cara que sabe programar em pt-br é muito zuero, só acho que a google deveria contratá-lo. #sóacho

Allex disse:

Vocês estão zuando a solicitação do “pluginho”, vcs têm que zuar é o pessoal do letras.mus.br. Quando instala o plugin para o iTunes deles, olha título do arquivo que é copiado para o C:

fundo_pluguinho_itunes.bmp

Se estão duvidando, baixem e instalem, kkk, http://letras.mus.br/plugin.php

Gian disse:

Só eu não entendi o primeiro? :/

Filipe disse:

Melhor não há, mas esse do Anal mitou, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Jefferson disse:

“Tef discado ja morreu! e ainda com impressora sweda?!?! Esse eh Herói!!”

Cara… a sweda, por incrível que pareça da pau em muita bematech e daruma por ai…
Eu trabalho no setor de Q.A de uma software house da vertical de restaurantes…
ainda se usa muita sweda e muito tef discado.

E mexer em testes de TEF realmente, e mancada hem? kkkk

Paulo disse:

Hahaha no cadastro dos usuários que são prestadores de serviço saúde, também tem umas abreviações assim. Por exemplo, Lab. de Anal. Clínica kkkk (Laboratório de Análise Clínica)

Rodrigo disse:

A do internet de escada eu já passei por isso, mas o primeiro eu fiquei boiando.

Bruno disse:

Nao sou TI, mas no almoxarifado aqui no serviço, devido ao limite de caracteres, um Sensor de Entrada Analogico virou “Sensor Entrada Anal”. Imagina quando o eletronico veio aqui buscar esse item…

Barbara disse:

Ja fui “Anal Desenv”, de aparecer no holerite e td… :/

Fernando Moreira disse:

Gente,
Olha, quanto erro de português em abertura de chamados.
Fico impressionado, como uma empresa contrata pessoas assim para usar um PC.
Os absurdos que os Burrusuários dizem para o suporte até tento aceitar, mas escrever assassinando o português, aí não dá.

Fernando Moreira disse:

Esse post aqui realmente impressiona.

http://vidadesuporte.com.br/wp-content/uploads/2014/02/Supletivo.jpg

Sem condições, porque vocês não enviam a imagem dessas aberturas de chamados para o superior deles, melhor não, tem superior que também não sabem se expressar.

Então enviem para o superior do superior do funcionário que escreveu esse chamado, e-mail, sei lá.

Muitos erros… tenho notado que eu não tenho tolerado esse tipo de pessoa, não quero nem perto de mim, isso pega, é transmissível.

Precila M. disse:

pt br….uahuahuahua

CARLA disse:

Bom Dia, Profissionais de TI

Vocês tão sabendo de um drama que um colega de profissão de vocês está passando por mais de 13 anos? O seu filho de 10 anos foi assassinado quando estava na UTI na Santa Casa de Misericórdia em Poços de Caldas/MG. Seus assassinos foram os próprios médicos, que o sedaram para extirpar seus órgãos; o pai, Paulo Airton Pavesi, é gerente de sistemas em Tecnologia e atualmente mora em Londres. Asilado humanitario pela Italia, refugiou-se apos receber diversas ameaças por descobrir a existencia de uma mafia na area de transplantes no Brasil.

Esse pai nunca desistiu de levar para cadeia os médicos-monstros que mataram seu filho, por isso escreveu um livro contando tudo o que vem passando desde o ano 2000 (ano que mataram seu filho). Veja a sinopse do livro (cuja cópia PDF está disponível em seu site http://ppavesi.blogspot.co.uk/p/trafico-de-orgaos-no-brasil-o-que-mafia.html):

“Trafico de Orgaos no Brasil – O que a mafia nao quer que voce saiba, é um livro contundente – e por isso censurado – sobre a pratica deste crime no pais.

Apos 13 anos de total inercia do poder judiciario, a historia de Paulinho foi escrita em 422 paginas em um livro que promete revelar o nucleo de uma verdadeira mafia e todos os seus tentaculos. Um livro sem final feliz.

O livro pretende quebrar o silencio imposto por uma grande organizaçao que vem a anos protegendo estes crimes e seus criminosos. O assassinato sistematico de pacientes em leitos de UTIs vem acontecendo cada vez mais com frequencia, com a ajuda de autoridades. medicos renomados e politicos.

A mafia surgiu na decada de 90, apos a ressaca do caso Kalume em Taubate, onde 4 pacientes foram assassinados para fins de trafico de orgaos. A partir daquele caso, que levou mais de 25 anos para ser julgado e os condenados ainda aguardam uma decisao final, um novo grupo foi criado em Poços de Caldas com a mesma finalidade: Fornecer orgaos para grandes centros transplantadores da regiao sudeste.

O caso Paulinho é o mais bem documentado da historia dos transplantes do Brasil. Durante 13 anos, o autor do livro – pai do garoto assassinado – armazenou cuidadosamente informaçoes que aos serem compiladas desvenderam um grande quebra-cabeças, com o envolvimento de pessoas graudas. Para que a impunidade tomasse conta do caso, a familia foi obrigada a deixar o pais e se refugiar na Europa, onde recebeu o status de asilado humanitario concedido pelo governo Italiano.

Alem de enfrentar a quadrilha, o pai teve de enfrentar tambem diversos processos criminais, muitos deles movidos pelas autoridades que investigavam o caso, e que hoje sao testemunhas de defesa dos assassinos. A absolviçao em todos os processos, nao foi o bastante para que o deixassem em paz. Novas ameaças chegaram, entre elas, a tentativa de submete-lo a um teste de sanidade mental para desqualificar suas denuncias.

Uma CPI foi realizada em 2004 no congresso nacional em Brasilia tendo como base para a sua instalaçao o caso Paulinho. O relatorio final que indiciava 9 medicos, foi enviado ao Procurador Geral da Republica onde simplesmente foi arquivado sem qualquer explicaçao a sociedade.

Enquanto as pressoes aumentavam contra o pai de Paulinho, a mafia executou o adminsitrador da Santa Casa que ameaçou denunciar todo o esquema. A quadrilha controlava a policia local e o ministerio publico, o que facilitou o arquivamento do caso como sendo um suicidio. A arma do crime, que estava em poder do ministerio publico, simplesmente desapareceu.

O esquema era tao ousado que o grupo chegou a negociar com a policia para que nao fossem realizadas necropsias em doadores de orgaos na cidade, tudo registrado em documento, contrariando leis federais.

Nao seja a proxima vitima.
Leia o livro.”

CARLA disse:

Um lembrete: se quiserem ler a versão PDF do livro, acesse o site http://ppavesi.blogspot.co.uk/p/trafico-de-orgaos-no-brasil-o-que-mafia.html, clique no link “Para fazer o download gratuito, clique aqui”, em seguida clique UNICAMENTE no botão verde logo abaixo (escrito “download”), conforme recomendações do próprio autor Pavesi em http://ppavesi.blogspot.com.br/2014/01/problemas-com-o-download-do-livro.html.

Após essas cautelas, leiam o livro em PDF e fiquem sabendo sobre toda a conspiração odiosa da Máfia de Minas em acobertar os assassinos de uma criança indefesa e sedada de 10 anos!!!

disse:

@CARLA
fevereiro 16, 2014 at 12:02

ahhh, falta de uma louça pra lavar! (e não porque é mulher, mas porque é desocupada mesmo)

CARLA disse:

Boa Noite!

Recentemente (dia 16/02) houve entrevista online entre o Sr. Paulo Pavesi e Lobão sobre a Máfia de Transplantes em Poços de Caldas! Assistam em http://ppavesi.blogspot.co.uk/2014/02/assista-entrevista.html

CARLA disse:

Entrevista muito boa, não deixem de assistir!

Deixe uma resposta

© 2016 Vida de Suporte | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro