TOPDesk

Homônimo

Publicado em 12/04/2012 em Histórias Reais,SUPORTE - A Série

Vida de Suporte

22 Comentários

Thiago disse:

transfere pro Gérson

Sybylla disse:

Ramal do Gérson tá livre?? Manda pra ele, porque não tá fácil não. 😛

pluto disse:

Homúnculo

Marcelino disse:

hahaha… manda para o Gérson que ele faz essa espada recolher na hora, hahaha

Isso é mais um caso para o Super Gérson resolver…

wendel disse:

Porque dizem “sou espada”? Espada tmb corta dos 2 lados, é a mesma coisa que gilete ¬¬ kkkk

Bruno Gurgel disse:

“Também não tenho nada contra. Se o seu negócio é cortar para os dois lados, ninguém tem nada a ver com isso!”

Joel disse:

Gérson neles!

André disse:

Dou um desconto para o cliente dessa vez.

Custava o suporte dizer: “Temos dois cadastros com o mesmo nome do senhor. Preciso do CPF para diferenciar”?

É mais demorado, mas não deixa nenhuma duvida!

Chama o anderson silva consultor, para explicar…

Ignorantes todos somos, mas os arrogantes e ignorantes só o suporte aguenta!

[]s

Everton disse:

Essa o cara do suporte pediu.

Ele deveria ter dito que tem mais de uma pessoa com esse nome no sistema.

daniel belmiro disse:

Everton, não é ele, é ela.

A não ser que o cara tenha nome de luana

Luana Camara disse:

Essa o cara do suporte pediu? Non, non…
Na empresa que eu trabalhava, a gente tinha que falar o mais formal possível mesmo… 🙁

Rui R disse:

parou Rubinho!!!!!!!

Dani disse:

E a analista de suporte leva a culpa até quando o usuário não sabe Português. É…Não tá fácil pra ninguém mesmo.

Daniel Lenharo disse:

Quer mais formal que utilizar as palavras corretas???

Everton disse:

Desculpe Daniel.

Pulei o primeiro quadrinho e não vi que era uma mulher que estava divulgando a história.

Quanto à política da empresa, de falar o mais formal possível, esse caso prova que oa atendentes devem falar a “linguagem” dos clientes. Por exemplo: se o cliente é leigo, deve-se evitar termos técnicos ou “difíceis”.

Bitetti disse:

Acho q o kra confundiu “linguagem formal” com “querer parecer intelectual”.

Tem firma q faz isso direto tipo “estaremos enviando…”

Natalia disse:

“Não sou homônimo, sou semi analfabeto!”

Não pode falar palavras difíceis pro povo, tem sempre que simplificar 🙂

João Carlos disse:

Dizer o que?

Deixe uma resposta

© 2016 Vida de Suporte | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro