TOPDesk

Carta de Socorro

Publicado em 09/12/2015 em SUPORTE - A Série

Vida de Suporte

Nenhum trabalhador escravo (fora eu) foi utilizado na produção dessa tirinha. Chupa Foxconn!!!

Sensação estranha

Publicado em 03/01/2015 em SUPORTE - A Série

Vida de Suporte

Compre

Manual

Publicado em 18/10/2014 em Estagiário,SUPORTE - A Série

Manual do Analista de Suporte

Publicado em 25/04/2011 em Artigos,Por aí...

Trecho do artigo de João Claudio de Oliveira Gonçalves publicado no iMasters:

(…)

Quando saber vale mais que a teoria

Por fim, o que para muitos seria o primeiro item, eu cito o conhecimento técnico de TI. Coloquei esse item como último por entender que os tópicos anteriores servem de apoio para tal e também acho o item mais extenso de discursar. Já li alguns artigos discutindo o que é mais vantajoso: cursar uma faculdade na área ou se certificar em alguma tecnologia. Acredito que a melhor resposta para essa questão é apenas: o importante é saber.

As duas vantagens servem como comprovantes de que você sabe ambos e que estes são igualmente importantes para aumentar o seu networking – o que vai facilitar muito a conquista de uma posição no mercado. Porém, eu creio que vantagens assim pouco adiantam se você simplesmente passa por elas sem que realmente tenha aprendido algo.

A minha crítica maior fica para a maioria das Instituições de Ensino Superior, pelo menos as do Rio de Janeiro, onde tenho baseado minhas entrevistas. Observo uma preparação de forma inadequada do setor acadêmico para o mercado de trabalho. Já entrevistei pessoas graduadas em Redes de Computadores que conheciam o modelo ISO/OSI a fundo, mas nunca tinham logado em um roteador ou switch, e muito menos sabiam me explicar qual a relação entre o modelo e a escolha por usar um switch L2 ou de multicamadas.

Aos profissionais certificados, minha crítica é que alguns simplesmente decoram o conteúdo e não sabem aplicá-lo na prática. Por exemplo, já trabalhei com um profissional certificado em Exchange que não conseguiu resolver o problema por desconhecer que o apontamento MX no DNS é quem define quem irá receber o e-mail – e o problema era justamente esse.

O apontamento fora feito para um IP que estava abaixo de um nó do Load Balance, e esse quando chaveou recebeu outro IP e parou de receber e-mail. A solução era simplesmente apontar para o IP VIP de Load Balance que resolveria não só dessa vez como em erros futuros. A explicação pareceu complicada? Tentei ser o mais simples possível, pois minha ideia é ilustrar que falta hoje para o profissional buscar um algo mais.

Clique aqui para ver o artigo completo.

Pra ontem!

Publicado em 15/03/2011 em SUPORTE - A Série

Vida de Suporte

Suporte na Idade Média

Publicado em 25/03/2010 em Humor,Outros Suportes,Por aí...,Videos

O sofrimento já vem de muito tempo.

© 2016 Vida de Suporte | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro