TOPDesk

Palpável

Publicado em 18/09/2013 em Gerente de projetos,SUPORTE - A Série

Vida de Suporte

39 Comentários

Felipe disse:

AEUHAAEUUHEAUHEUHAEUHAE MAS QUE MERDA VELHO KKKKKKKK

Barbara disse:

Triste realidade :S

Cléio Sousa disse:

taradão. haha

Doido disse:

Mas se ele apalpar as qualificações dela ele toma um processo de assedio.

Eduardo disse:

Palpáveis ou “apalpáveis”?

Nadja disse:

Nao curti… já basta a gente ter uma puta desvantagem dentro do mercado… pra ter que ver uma piadinha horrivel dessas… deu vontade de dar unfollow

thiago disse:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mateus Costa disse:

Toma processo nada, do jeito que está hoje em dia, ele vai ter é que correr dela…

Josué disse:

“TA SERTO” RSRRS

Evandro disse:

HUE

Allan disse:

Está “Palpavel” a uma promoção logo mais…

Bitetti disse:

90 + 60 + 95 = 245
245 > 130
lógica é superior a emoções Sr. Spock.

Jefferson disse:

Apesar de ter entendido o propósito humorístico, não acho que QI seja um bom critério pra contratar um funcionário. Nem sempre o melhor funcionário é o mais inteligente.

Rafael disse:

Pessoal não entende que é justamente UMA CRÍTICA e sai reclamando. Nossa, realmente o QI desse povo deve ser baixo. Por sinal, achei genial a tirinha!

Luiz Platini disse:

Justissimo

Douglas Rocha disse:

kkkkkkkkkkkk Realidade do Mercado Atual

Eu vejo o pessoal falando que esse tipo de coisa é “realidade”, porém não é o que eu tenho visto nesses últimos anos. Pelo menos não aqui em Brasília. Eu presto serviço de consultoria em TI para várias empresas financeiras e o que tenho visto é que garotas do perfil “linda mas burrinha” estão cada vez mais restritas à recepção das empresas.

Aliás, o padrão nas empresas atuais tem sido mulheres bonitas E inteligentes. Até por que as mulheres de hoje tem se preocupado bastante com a aparência, formação acadêmica e profissional.

Em várias empresas pelas quais passei a média gerência está tomada pelas mulheres (na alta gerência elas ainda são minoria, porém aos poucos tem aumentado a presença). E mesmo nas funções operacionais elas tem se destacado cada vez mais.

Então, se uma mulher inteligente está trabalhando em um ambiente machista e retrógrado que valoriza exclusivamente aparência, vale a pena procurar outro local, pois duvido que essa realidade é exclusiva de Brasília…

rotognin disse:

Eu entendi. É uma crítica muito boa. Tem meninas que são dispensadas por inveja…

flavio disse:

ou alguém aqui acha coincidência a diferença na proporção entre mulheres bonitas e feias em regiões como berrini, vila olimpia a outras regiões? (pro pessoal de sp essa)

triste realidade, mas a impressão que eu tenho é que quando uma mulher quer provar que ela tem talento na nossa área é bem mais difícil, especialmente se ela for lindona… e só para deixar claro esse problema não tem nada a ver com a competência delas…

flavio disse:

a sim, av paulista também entra nessa lista…

Ezequias disse:

Agora entendo porque finalmente temos musas de TI, kkk

Dani disse:

@Nadja
setembro 18, 2013 at 13:53

Faço suas minhas palavras! Eu acessava esse blog todos os dias, reduzi para 1 vez na semana por causa dessa baboseira sexista que o André insiste em jogar em cima das mulheres. Às vezes não dá pra saber se esse é um site para pessoas de TI ou para machões.

Dani disse:

@Ramon E. Ritter
setembro 18, 2013 at 18:44

Falou tudo!! Eu não sou nenhum modelo de beleza e nunca tive qualquer problema para conseguir bons empregos, porque sempre fui julgada por minha competência.

Nem todo mundo vive no tempo das cavernas como o desenhista das tirinhas ou alguns que comentam por aqui. E eu até poderia entender a tira como uma “crítica”, se não fosse tão comum ver piadinhas machistas desenhadas por aqui.

André Farias disse:

@Dani e @Nadja

Deixa eu fazer aqui a coisa mais chata do mundo: Explicar uma tirinha.

Estou criticando o gestor que contrata uma mulher por causa dos dotes físicos ao invés das qualificações profissionais.

@Dani, você citou “tempo das cavernas”. Eu poderia fazer uma tirinha utilizando isso, se não fosse um clichê sem graça.

Rodrigo disse:

“Onde se ganha o pão não se come a carne.”

Oppa_Canstyle disse:

@Dani:
Quer conhecer meu Paul, SUA LINDA!

MPEG!!!

Nadja disse:

@Andre

O problema é que como ta estruturada a piada pra mim ficou sem graça e ofensiva… se tivesse graça teria tido uma quebra de valor dentro dela.. e nao… voce construiu de um jeito que a primeira coisa que vc pensa é “ele vai contratar a gostosa” e termina a piada com ele contratando a gostosa… é piada onde você ta pisando em cima de bicho morto… Já é um realidade cruel o suficiente saber que sou julgada diferente simplesmente por ser mulher em comparação com um homem… A vida da mulher dentro da computação é cheia de cliches sexisistas… vc pode até ter tido a intençao de fazer do alvo da piada o chefe… mas quem saiu de alvo foi a mulher.. mais uma vez…

Nadja disse:

Eu nao tou querendo ser chata… gosto muito das tirinhas e trabalho com suporte… mas quem vive na pele o preconceito é quem sabe a raiva que ele causa…

Érica disse:

Se a intenção era criticar o gestor acho que a tirinha não cumpriu o que propôs.

Cona Iss Relay disse:

Só mulher reclamando, bando de fresca!

E os direitos iguais garotas?! Eu gostaria de ser avaliado pelas mulheres pelos atributos físicos. Mas não, elas sempre se preocupam com a minha conta bancária! (^.^)’

VÃO FECHAR UNS CHAMADOS, VÃO!

Caio disse:

Infelizmente devo dizer que também não achei que foi crítico como se propunha a ser. Apesar das boas intenções, o que saiu no produto final foi só mais uma piada machista que estamos cansados de ver por aí… Desculpa André, mas apesar das boas intenções isso foi uma pisada de bola chata.

Mariana disse:

Concordo com a Nadja e a Érica nos seus comentários acima.

Jessica disse:

As feministas piram!

Madson disse:

Novamente, não tem como não lembrar dessa tirinha:

http://mentirinhas.com.br/como-fazer-uma-tirinha/

(Comentário reciclado/reutilizado da tirinha da sexta-feira 13)

André Farias disse:

Me identifico demais com essa tirinha do Coala.

LOL disse:

#divertir porque de estressante basta o trabalho \o/

Rosildis disse:

Poxa… Essa foi podre. E é bem curioso uma tirinha “criticando” isso (segundo alguns) em um site que tem uma série “musa do suporte” toda semana…
É realmente uma critica ou a reiteração de uma linha de raciocínio discriminatória?

WL disse:

o primeiro quadrinho poderia ser aquele clássico do suporte “baseado em história real de * “

O senso de humor de muitos aqui já morreu faz tempo…

Deixe uma resposta

© 2016 Vida de Suporte | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro